quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

ATIVIDADES PARA FÉRIAS /ALUNOS DO TERCEIRO ANO





ATIVIDADES PARA FÉRIAS /ALUNOS DO TERCEIRO ANO

1.Resolva as questões e arme os cálculos:


a) 243 x 2 =


b) 221 x 3 =


c) 323 x 5=


d) 130 x 4=




2. Efetue as divisões, fazendo as continhas:


a) 48 ÷4= ___________


b) 33 ÷3= ___________


c) 84 ÷4= ___________


d) 72 ÷2= ___________


e) 95 ÷5= ___________


Retrocesso


O visitante estranhou porque, quando o levaram para conhecer a sala de aula do futuro, não havia uma professora-robô, mas duas. A única diferença entre as duas era que uma era feita totalmente de plástico e fibra de vidro — fora, claro, a tela do seu visor e seus componentes eletrônicos —, e a outra era acolchoada. Uma falava com as crianças com sua voz metálica e mostrava figuras, números e cenas coloridas no seu visor, e a outra ficava quieta num canto. Uma comandava a sala, tinha resposta para tudo e centralizava toda a atenção dos alunos, que pareciam conviver muito bem com a sua presença dinâmica, a outra dava a impressão de estar esquecida ali, como uma experiência errada.

O visitante acompanhou, fascinado, uma aula como ela seria num futuro em que o computador tivesse substituído o professor. O entendimento entre a máquina e as crianças era perfeito. A máquina falava com clareza e estava programada de acordo com métodos pedagógicos cientificamente testados durante anos. Quando não entendiam qualquer coisa as crianças sabiam exatamente que botões apertar para que a professora-robô repetisse a lição ou, em rápidos segundos, a reformulasse, para melhor compreensão. (As crianças do futuro já nascerão sabendo que botões apertar.)

Fantástico! — comentou o visitante.

Não é? — concordou o técnico, sorrindo com satisfação.

Foi quando uma das crianças, errando o botão, prendeu o dedo no teclado da professora-robô. Nada grave.


O teclado tinha sido cientificamente preparado para não oferecer qualquer risco aos dedos infantis. Mesmo assim, doeu, e a criança começou a chorar. Ao captar o som do choro nos seus sensores, a professora-robô desligou-se automaticamente. Exatamente ao mesmo tempo, o outro robô acendeu-se automaticamente. Dirigiu-se para a criança que chorava e a pegou no colo com os braços de imitação, embalando-a no seu colo acolchoado e dizendo palavras de carinho e conforto numa voz parecida com a do outro robô, só que bem menos metálica. Passada a crise, a criança, consolada e restabelecida, foi colocada no chão e retomou seu lugar entre as outras. A segunda professora-robô voltou para o seu canto e se desligou enquanto a primeira voltou à vida e à aula.

— Fantástico! — repetiu o visitante.

— Não é? — concordou o técnico, ainda mais satisfeito.

— Mas me diga uma coisa... — começou a dizer o visitante.

— Sim?

— Se entendi bem, o segundo robô só existe para fazer a parte mais, digamos, maternal do trabalho pedagógico, enquanto o primeiro faz a parte técnica.

— Exatamente.

— Não seria mais prático — sugeriu o visitante — reunir as duas funções num mesmo robô?

Imediatamente o visitante viu que tinha dito uma bobagem. O técnico sorriu com condescendência.

— Isso — explicou — seria um retrocesso.

— Por quê?

— Estaríamos de volta ao ser humano.

E o técnico sacudiu a cabeça, desanimado. Decididamente, o visitante não entendia de futuro.


(Luís Fernando Veríssimo. In Nova Escola. São Paulo. Abril, out. 1990. p. 19.)


I. Explorando o texto:

Responda de acordo com o texto:


a. Quais as características(ou qualidades)das professoras descritas no texto?

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


b. Segundo o autor do texto, como seria a aula do futuro?_________________________

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________




c. Na aula do futuro, como agiriam os alunos quando tivessem alguma dúvida?_______

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



d. O que aconteceu quando a criança machucou-se no teclado? ____________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


e. Na sua opinião, qual a razão de ter duas professoras-robô para atender aos alunos?___

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


f. A professora de plástico e fibra de vidro satisfazia que tipo de necessidade das crianças? Por quê?_______________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


g. Qual era a função da professora acolchoada?_________________________________

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


h. Na sua opinião, por que seria um retrocesso reunir todas as funções da professora numa máquina apenas?____________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


3.História Matemática


Eduardo comprou um notebook e pagou em três prestações de 145 reais. Para saber quanto custa o notebook, Eduardo multiplicou esse valor por três. Quanto custou o notebook?


3 X 145 = ___________



OLHA A CARETA!
Evelyn Heine

Amanda era uma menina bonitinha.
Cheia de sardinha. Cabelo de trancinha.
Tão engraçadinha!
Mas foto dela, não tinha.
Na hora de tirar fotografia, só fazia estripulia.
Não ria.
Nem sorria.
Sabe o que é que aparecia?
Só careta! De todo jeito... Nariz torto, boca torta, só folia.
A cara mesmo, ninguém via.
O pai pedia:
– Risadinha, minha filha!
Aí ela estufava as bochechas o mais que podia. Ficava com cara de melancia.
A mãe dizia:
– Faz "X", filhinha!
Mas não fazia. Nem pra vovó, nem pra titia.
"Ninguém me manda", sacudia Amanda.
Mas um dia, um belo dia, a danadinha arranjou um namorado. E ele pediu uma foto. Pra guardar na carteira, com os adesivos de estimação, um chiclete e duas moedas.
– Xi... não tenho. – disse Amanda, desenxabida.
– Ora, então tira. – pediu o namorado.
– Não posso. – tristinha, disse ela...
– ...Agora estou banguela!


  1. Marque que tipo de texto é esse:

(...) poesia

(...) prosa ou narrativa

(...) adivinha

(...) texto informativo.


  1. Circule um nome próprio do texto e escreva aqui: ________________________


  1. Quais são as características da menina que o texto nos narra? __________________

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


  1. Segundo a poesia, porque Amanda não sorria para tirar fotografia? ____________

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


  1. Copie uma frase interrogativa do texto (onde apareça o ponto de interrogação). Por que esse ponto aparece no texto?

______________________________________________________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________________________________________________


  1. Por que aparece aspas (“ ”) no verso 19 do texto? Explique por que usamos esse sinal ao escrevermos.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


  1. Separe as sílabas das palavras e classifique-as segundo ao número de sílabas

[monossílaba( 1 sílaba) , dissílaba (2 sílabas), trissílaba ( 3 sílabas) ou polissílaba (4 ou mais sílabas)] :


chiclete- ____________________________________________________________

bochechas- __________________________________________________________

chiclete- ____________________________________________________________

sorria- ______________________________________________________________


  1. Escreva as palavras conforme o singular e o plural:


___________________________________________________________________






___________________________________________________________________


  1. Agora crie frases exclamativas(com ponto de exclamação) com as figuras anteriores.


____________________________________________________________________________________________________________________________________________




Observe os desenhos:


ESCREVA COMO SE LÊ OS NÚMEROS CARDINAIS CONFORME O EXEMPLO:

100 – Cem 200- Duzentos 300- Trezentos..... 400- Quatrocentos

500- Quinhentos 600 Seiscentos......700-Setecentos... 800-Oitocentos

900- Novecentos


125 ____________________________________________________________

438 ___________________________________________________________

127 ____________________________________________________________

259- ___________________________________________________________

966- ___________________________________________________________

327- ___________________________________________________________

368- ___________________________________________________________

449- ___________________________________________________________

210- ___________________________________________________________

330-____________________________________________________________

748-____________________________________________________________


Encontre o resultado das adições abaixo:


a) 45 + 17+ 29=___________________________________


b) 36 +12 + 10 =______________________________


Arme, efetue e mostre que você é craque:


a) 217+53=_________


b) 614-64=_________


  1. 83+11+10=________


  1. 61+18+2=________


e) 18-14=_________


f) 122-16=_________


g) 234-33=_________


h) 59-15=__________


i) 66-19=__________



NOSSA SUPER NAVE ESPACIAL


DALMO DE SOUZA*

(UM DOS PAIS DA ALICE E DO JOÃO PAULO)


Imagine que você more em uma super nave espacial de chocolate, marshmallow e algodão doce. Você poderia comer sua casa!

Mas... Se você não tomasse cuidado, repondo cada vez que comesse uma parte, logo ficaria sem nave. e também deveria ter muito cuidado com o lixo que se formaria: papéis, restos de comida, cocôs. Arrrghhh! Imagina se não pudesse jogar isto tudo para fora da nave.

Pois saiba que o nosso planeta terra é uma linda nave espacial, girando ao redor do sol. E não podemos jogar a sujeira no espaço sideral. Conclusão: devemos cuidar muito bem de nossa nave.

Você já percebeu que nossa conversa é sobre lixo, reciclagem etc, não? Nós usamos produtos e disto tudo sempre sobra algum lixo. É natural, mas devemos nos perguntar: porque usamos os produtos? porque o lixo é formado? Por que isto é preocupante?

Primeiro devemos perceber que usamos os produtos porque temos necessidades, ou seja, a gente precisa de papel, de roupa, de cadeiras.

Segundo, devemos atentar que tudo isto custa dinheiro. Então podemos concluir: não devemos desperdiçar os produtos pois senão teremos que gastar mais dinheiro comprando a mesma coisa quando na verdade poderíamos usar este dinheiro para comprar outras coisas! diga não ao desperdício.

Depois, podemos imaginar que se nós não tomarmos cuidado com as coisas, tudo vira lixo. Estraga, fica sujo, fica feio, fica fedido. Isto polui o planeta. Existem lixos que não se desmancham e ficam por aí, zanzando pelo planeta por séculos. São exemplos os pneus, as sacolas plásticas e as pilhas. Portanto, devemos nos lembrar: sujar pouco e limpar o que se sujou!

Além disso tudo, é preciso imaginar que em tudo que existe e foi produzido foram utilizadas coisas do planeta para poder existir: o papel veio das árvores; os tecidos naturais são feitas a partir de lã de ovelhas, de plantas (por exemplo, algodão) ou de casulos de bichos da seda; os plásticos vieram de restos de dinossauros. Sim. É isto mesmo: seu brinquedo de plástico, um dia, pode ter sido um super Tiranossaurus Rex ou um Tricerátops.

Por fim, devemos ser inteligentes: devemos comprar o que realmente precisamos. Isto é valorizar o dinheiro, sem desperdiçá-lo. Devemos cuidar do que temos e restaurar se necessário, para podermos continuar usando. Devemos também re-utilizar as coisas: objetos e em especial os livros que não precisamos mais e que ainda são úteis devem ser repassados para que outras pessoas também possam se aproveitar deles. Isso é ser inteligente. Quando não for mais possível restaurar e re-utilizar as coisas, elas ainda podem ser recicladas. O que é possível reciclar deve ser reciclado, ou seja, ser transformado em coisas novas!

Coisas recicladas são produtos inteligentes: têm qualidade; custam menos; são socialmente corretos e ambientalmente sustentáveis porque poluem menos a terra e reduzem a quantidade de coisas que precisam ser retiradas de nosso planeta para nossos produtos serem fabricados.


VAMOS RESPONDER AS PERGUNTAS SOBRE O TEXTO:


1.Quem é o autor do texto?_______________________________ ________________________________________________________________________________________________________________________


2.Segundo o texto, do que são feitos os tecidos que usamos?________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


3.Segundo o autor, por quê coisas recicladas são produtos inteligentes?_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


4. Escreva maneiras de como podemos ajudar a preservar a natureza:

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Leia e faça um x na questão correta:


Q

LUA CHEIA


DA JANELA PINGO-DE-MAR VÊ A LUA.

É NOITE DE LUA CHEIA!

A CORUJA ESTÁ TODA CONTENTE.

AS NOITES DE LUA CHEIA SÃO SEMPRE MUITO ANIMADAS!

LOGO, LOGO, ELA VAI VOAR E CAÇAR.


Mary França & Eliardo França. Lua Cheia! São Paulo: Editora Ática,2006,p.1-2 (Fragmento)

uando e como se passa a história?


A -( ) Em noites de inverno que são sempre animadas.

B-( ) Em noites muito escuras quando a coruja fica contente.

C-( ) Em noites de lua cheia que são sempre animadas.

D-( ) Em noites de lua nova onde Pingo-de-mar vê fica na janela.

Risque o quadrinho que mostra para que serve esse texto.



Rafael,Venha comemorar comigo meu aniversário.Dia: 27de dezembro de 2011. Hora: 18:00Local: Rua Bento Gonçalves, 45.Você não pode faltar!

Alex



















A - ( ) Ensinar uma receita de bolo.

B- ( ) Enviar notícias entre amigos.

C- ( ) Fazer um convite.

D- ( ) Vender produto, no caso um bolo.



Gostei muito de estar este período com você!


Nenhum comentário:

Postar um comentário